Au Pair nos EUA e Travel Bug

Au Pair nos EUA ? Viajar de montão? Por que não?

Oi pessoal! Este é meu primeiro post aqui no Estevam Pelo Mundo e, para que vocês me conheçam melhor, vou contar um pouquinho da minha história e de como comecei a dar as caras pelo mundo afora.

Meus pais sempre foram muito cabeça aberta e sempre incentivaram a mim e a minha irmã a fazer algum intercâmbio, viajar sempre que possível e estudar uma segunda língua. Como sou a mais velha de duas filhas, fui a primeira a receber a proposta de um dia fazer intercâmbio aos 17 anos. Porém, medrosa e muito apegada aos meus pais, recusei naquela época. Recusei e me arrependi amargamente alguns anos depois.

Quando a minha irmã completou 17 anos, fizeram a mesma pergunta pra ela, que aceitou na hora! Sempre muito independente e determinada, embarcou num intercâmbio louco para fazer high school na Alemanha. Detalhe: ela não falava nem inglês e nem alemão, foi com a cara e a coragem para o país da batata.

Eu, enquanto isso, fazia cursinho vestibular, namorava um mocinho meio bicho-grilo e achava minha irmã muito maluca de se jogar no mundo assim!

Um dia, meus avós venderam uma casa que estava empacada há anos e deram uma graninha para os netos com uma única recomendação: utilizem o dinheiro para viajar! Nessa mesma época, eu e o mocinho bicho-grilo resolvemos passear e escolhemos Fernando de Noronha como destino, porém, os preços para viajar no Brasil estavam absurdos na época e descobrimos que ir pra Cancún, no México, estavam bem mais em conta. Fechamos um pacotão e embarcamos na minha primeira viagem internacional e segunda vez dentro de um avião.

O ano foi 2008, eu havia acabado de fazer 18 anos, estava no cursinho pré-vestibular, não falava inglês, espanhol e muito menos alemão. Passei mal no avião, comi taco e burrito pela primeira vez, bebi tequila de verdade, visitei ruínas maias, fiz trancinha no cabelo, mergulhei no mar do Caribe e, pela primeira vez, me dei conta que esse mundão é enorme e merece ser explorado.

Chichen Itza . Cancún - México (2008)
Chichen Itza . Cancún – México (2008) – Texto: Au Pair nos EUA

O namoro com o bicho-grilo não durou muito, mas minha paixão por viajar só aumentou, principalmente depois de ver as fotos sensacionais da minha irma no Orkut (!) viajando com os amigos pela Europa inteira!

No ano seguinte, entrei na faculdade de Publicidade e Propaganda, comecei a trabalhar na área, conheci um monte de gente interessante e a vontade de viajar nao saía de mim. No final do ano, meu pai precisou ir pra Alemanha a trabalho e aproveitamos a oportunidade pra fazer uma viagem em família, nossa primeira e única para o exterior. E lá fomos nós para a Alemanha, Holanda e República Tcheca!

Minha irmã falava alemão, minha mãe inglês e eu um portunglês, porque ainda tava bem enferrujada, mas no final deu tudo certo e curtimos demais a nossa trip!

Com a família em um pub em Praga, na República Tcheca (2009) Texto: Au Pair nos EUA
Com a família em um pub em Praga, na República Tcheca (2009)

Depois dessas férias, só conseguia pensar em viajar de novo. Como dizem por aí, o “travel bug” me mordeu e essa doença não tem cura! Depois que ele te pega, você tem sérios sintomas de siricotico, de pulga-na-cueca e não consegue ficar parado! Ainda viajei várias outras vezes antes de finalmente descobrir o Au Pair nos EUA!

Doente em estado grave com as mordidas do Travel Bug que aconteceram em Cancún e na Eurotrip em família, comecei a pesquisar algumas agências de intercâmbio e fiquei impressionada com os preços dos cursos de idiomas! A grana estava curta e quase desanimei… até que um dia conheci o programa Au Pair nos EUA, que tem um excelente custo benefício para meninas que gostam de crianças e topariam trabalhar como babá de uma família americana em troca de uma graninha e oportunidade de aperfeiçoar o idioma e viajar bastante.

Então, no comecinho de 2011, encontrei uma host family e embarquei para os Estados Unidos. O intercâmbio de 1 ano virou quase 2 e mudou minha vida pra sempre.

Nos EUA, vivi as melhores experiências da minha vida, viajei bastante, amadurecei, morri de saudade, fiz minhas melhores amizades, aprendi inglês de verdade, fingi que aprendi francês, conheci meu namorado (que hoje é marido), trabalhei muito, assisti a um jogo de baseball e quase dormi na arquibancada, vi um jogo de basquete e me apaixonei, vi um show do Foo Fighters com o pé na areia, dirigi carro conversível, perdi meu próprio carro numa enchente, emagreci 8 quilos, troquei fralda de 2 bebês gêmeos ao mesmo tempo, conquistei uma nova família e acumulei um zilhão de histórias pra contar.

Roadtrip na Flórida: uma das viagens mais legais que fiz nos EUA quando era Au Pair nos EUA! (2012)
Roadtrip na Flórida: uma das viagens mais legais que fiz nos EUA quando era Au Pair! (2012)

Graças a esse primeiro grande passo pelo mundo, hoje estou feliz, realizando todos os meus sonhos de viajar por aí, escrevendo minhas histórias, trabalhando em uma multinacional e de mudança para meu 4º país de coração no próximo ano, que é a Inglaterra.

E quem diria que eu um dia morri de medo de  botar o pé fora do Brasil?

Se você está sem coragem, comece aos pouquinhos. Faça suas primeiras viagens longas, fique 1 mês fora fazendo mochilão na América Latina, um curso de espanhol na Argentina, um trabalho voluntário qualquer, pois ajuda nunca é demais. Se for do sul do Brasil, viaje pelo norte. Se for do norte, vá passear pelo sul. Se for do centro, conheça os dois! Pratique um novo idioma pela internet, utilize sites como o Tandem, Duolingo e Livemocha, eles fazem milagres.

Meu lar atual: Alemanha! Essa viagem foi no comecinho desse ano para Berlin :)
Meu lar atual: Alemanha! Essa viagem foi no comecinho desse ano para Berlin 🙂

Se gostar de crianças, eu recomendo muito o programa Au Pair nos EUA! Se não gostar, que tal trabalhar em albergues em troca de moradia e comida?

Não deixe que o idioma seja um fator delimitador e aventure-se! Talvez uma vida seja muito pouco para conhecer um mundo desse tamanhão, mas faça o melhor que puder e aproveite cada segundo dos lugares que conseguir visitar.

Boa viagem!

Beatriz Morgado

-> Site Au Pair nos EUA: http://aupairnoseua.com.br

-> Facebook Au Pair nos EUA: https://www.facebook.com/aupairnoseua

Posts Relacionados