Zona de (des)conforto

viajar-sozinho

Um medo que muita gente tem: sair da zona de conforto.

Mas vou te mostrar como viajar sozinho não é um bicho de 7 cabeças. Eu mesmo já passei por isso algumas vezes (uma delas eu era bem novo e fui pro Canadá! Pira?). E em todas as vezes, fui motivado por mim mesmo – porquê, principalmente quando se é novo ou quando se vai pra um intercâmbio, seu medo ( e o do seus pais) é maior.

É claro que viajar sozinho é um tanto quanto complicado. Dá um frio na barriga só de pensar que você não vai conhecer ninguém, e que por um certo período vai depender de você mesmo e das suas decisões pra tudo. Mas deixa eu te contar uma coisa: é exatamente por isso que você deve ir! haha. Quer ver os pontos positivos dessa situação?

1- Você vai conhecer gente! – Isso já é mais do que suficiente pra te motivar a ir, vai. Fazer novos amigos, pessoas para viver experiências novas, que aprendam com você e você com elas, pessoas que se identificam com você.

2- Você vai ser independente – E isso é bom em diversas situações: se você está cansado da sua rotina e/ou de morar com seus pais, ou se você já é independente, porque vai se adaptar mais facilmente a um lugar novo. Dos dois jeitos a experiência vai ser ótima, mesmo que por poucos dias em uma viagem dentro do Brasil mesmo. É questão de costume! Você vai se adaptar tanto numa casa de família, quanto num campus universitário, e mais ainda, num hotel.

3- Você vai amadurecer – Essa é a palavra-chave de viajar. Viajar te permite amadurecer naturalmente, em cada pequena autodecisão que você tiver que tomar. Com o tempo vai se tornar cada vez mais independente, e essas são características muito importantes na vida (tanto social quanto profissional. Sim, sua maturidade vai fazer muita diferença na hora de arrumar um emprego!)

4- Você vai se descobrir – Vai ser aquele momento crucial em que você automaticamente reflete (muito!) sobre você mesmo. E vai acabar descobrindo quem você realmente e, o que vai fazer, o que quer da sua vida, e o que não quer. Esse equilíbrio é muito importante! Tem gente até que viaja só para buscar essa paz interior.

5- Vai alcançar o que sempre quis – Viajar pra mim sempre dá um gosto do que é ser feliz, uma sensação de sonho realizado. Cada lugar que você conhece, cada pessoa, cada música que ouve, cada vista de cada janela de quarto te ensina alguma coisa. E é quase um ciclo vicioso: cada vez que você vai pra um lugar, volta com o objetivo de repetir a dose em outro. É como alcançar algo cada vez maior e mais longe!

E se você ainda estiver com medo…

Vá por impulso! haha. Mostre para seus pais e para as pessoas que vivem com você que você pode ser perfeitamente responsável (até porque, se você não for de fato, as coisas não vão funcionar!). E o mais importante: mostre isso para você mesmo. Se planeje certinho (agências de viagem e intercâmbio te dão todas as informações!), junte dinheiro, leia sobre o assunto em blogs, converse com pessoas que já foram, e procure um lugar com o seu perfil (por exemplo, canoa Quebrada é um lugar tranquilo, Floripa é um bom lugar para solteiros e Canadá é um bom lugar para aprender inglês – e todos esses lugares já foram eleitos bons lugares para se viajar sozinho!).

Garanto que você não vai se arrepender! E depois que voltar, me conte como foi!

 

Imagem: Reprodução.

Posts Relacionados