O que fazer em Berlim – Guia rápido para jovens viajantes

Berlim foi a primeira cidade que conheci na Europa. É ainda uma das cidades que mais gosto em todo o mundo. A história presente em cada esquina, o transporte público rápido e eficiente, o custo de vida mais baixo de uma capital europeia e a atmosfera de possibilidades. Tá aí uma cidade que sou fã! E claro que resolvi juntar todas as melhores dicas para quem está indo pela primeira vez, ou quer conhecer mais a fundo a capital alemã. Aqui estão meus lugares e atividades favoritas da cidades:

DEUTSCHLAND 2013 027

1. Potsdam Schloss: Ir até Berlim e não visitar o antigo palácio de verão do Rei é uma afronta! Eu na verdade conheci a cidade universitária de Potsdam antes mesmo de Berlim e foi um dos lugares mais lindos pelos quais já passei. Se puder, alugue uma bike e perca uma tarde por lá. Leve água se for no verão, pois o calor é intenso.

2. Alexanderplatze e torre de TV: A famosa praça da cidade, onde fica a Fernseheturm (torre de TV) tem muito agito, seja durante o dia ou a noite. Uma das principais estações de metro está lá, por isso o fluxo de pedestres é constante. Tirar uma tarde para tomar um café por lá, ou subir na Torre de TV são “must do” durante sua visita a capital Alemã.

3. Portão de Brandenburgo e Unter den Linden: O famoso portão é um dos marcos da queda do Muro de Berlim. Pois é, justamente lá era uma das divisas do ocidente com oriente. Existe um homem com vestimenta militar que carimba seu passaporte com os antigos carimbos usados para passar de um lado para o outro. Fora isso, a linda avenida que leva até lá tem cafés, lojas de souvenir e ainda ótimas boutiques para compras.

4. Reichstag: Fica pertinho do Portão de Brandenburgo e é onde fica o parlamento alemão. Você pode subir lá, porém tem que agendar com antecedência pela internet.

DEUTSCHLAND 2013 042

5. Memorial do Holocausto: Caminhando mais um pouco você irá ver 2711 pedras em diferentes tamanhos, uma ao lado da outra. Lá está o memorial do Holocausto. Um lugar que homenageia todos que sofreram com a tragédia comandada pelo Nazismo de Hitler, porém não é um lugar de tristeza e depressão. Ao seu redor existem vários restaurantes, docerias e bons sorvetes!

6. Potsdamerplatz: Continuando nossa caminhada, chegamos a Potsdamerplatz, um dos meus lugares favoritos. O local sofreu muito com os bombardeios da Segunda Guerra e após a queda do Muro de Berlim foi restaurado e conta com vários prédios modernos além de muitas atrações para locais e turistas.

7. Ilha dos Museus e muita cultura: Não é novidade para ninguém uma das regiões que mais abriga cultura por metro quadrado: A Ilha dos Museus. Por aqui, ao caminhar pela avenida Unter den Linden você passa por lindos prédios como a Ópera de Berlim, Universidade de Humboldt, Palácio do Principe Herdeiro e Palácio da Princesa (Kronprinzenpalais e Prinzessinnenpalais), o Museu Histórico Alemão dentro do Zeughaus, o Neue Wache (um memorial para as vítimas da guerra e tirania). Ainda caminhando você encontrará a famosa Schlossbruecke (ponte do castelo) que te levará até a Ilha dos Museus. De lá fica fácil chegar no Lustgarten (que no verão é visita obrigatória) e ainda conhecer a Catedral de Berlim. Você também pode conhecer o Museu Antigo, Museu Novo (com peças do Egito como Nefertiti), o Museu Pergamon (o mais visitado da cidade), Galeria Nacional Antiga,  Museu Bode, etc. UFA!

DEUTSCHLAND 2013 052

8. Gendarmenmarkt: Um dos meus prédios favoritos. O Gendarmenmarkt fica bem no centro da cidade e é uma praça com uma arquitetura única. Lá estão as Catedrais Francesa e Alemã, junto com a Casa de Concertos bem ao centro. Aqui o que não faltam são boas opções de cafés, hotéis, restaurantes e lojas.

9. Muro de Berlim e Check Point Charlie: Dois marcos da cidade que TEM que ser visitados. Existem hoje vários fragmentos do muro espalhados pela cidade, porém o “East Side Gallery” é o mais interessante com as famosas pinturas e artes espalhadas pelo muro. Tem ainda o Memorial do Muro de Berlim, na Bernauer Strasse pra quem quer ir mais a fundo no assunto. Outro lugar concorrido pelos turistas é o Check Point Charlie, antiga fronteira entre a Berlim ocidental e oriental. É lá que o famoso sinal de: “Você está saindo da parte americana”  e a casinha de imigração se encontram.

DEUTSCHLAND 2013 045

10. Cafe am neuen See: Cansou de turistar? Hora de ir ao Tiergarten e tomar um café no “Cafe am neuen See” e ver a vida passar com uma linda vista de Berlim.

Como chegar lá?
AVIÃO: Berlim tem dois aeroporto: Tagel e Schönefeld e em breve chegará o Brandenburg que deve ser excelente. Por hora, quem quer voar barato pode ir de Easy Jet pelo Schoenefeld ou escolher uma das várias opções de voos do Tagel.
TREM: A nova estação de trem está super moderna e recebe milhares e milhares de visitantes todos os meses.
CARRO: Não tem carro? Alugue um! Uma vez fui dirigindo de Stuttgart até Berlim. O percurso dura cerca de 6 horas, mas como as estradas são excelentes e os preços para alugar um carro são bem baixos, é uma boa opção pra quem vai com amigos ou família.

DEUTSCHLAND 2013 088

Já foi a Berlim? Tem dicas? Conta aí pra gente!! Bjos, abraços e tchuess!