Cesky Krumlov – A cidade tcheca que fugiu de um livro de histórias

Cesky Krumlov. Sim, esse é o nome da cidadezinha localizada no sul da República Tcheca, na região da Bohemia, e que foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, em 1992. Ela não faz parte do roteiro de turistas brasileiros que escolhem se aventurar pelo leste europeu – e talvez por isso seja ainda mais encantadora.

Para se ter uma ideia, a população total da cidade é de pouco mais de 14 mil habitantes e a área, cerca de 22 quilômetros quadrados, cercados pelo rio Vltava, que parece abraçar a cidade, como se tivesse sido desenhado para que ficasse exatamente como está.

Foto: Steve Coleman/Flickr
Foto: Steve Coleman/Flickr

A cidade fica a 180 quilômetros da capital do país, Praga, e é uma viagem no tempo. Com uma atmosfera medieval, mágica e encantadora, Cesky Krumlov abriga mais de 300 edifícios históricos, além do segundo maior castelo do país, construído no século 13 – aberto para visitação apenas de abril a outubro.

A princípio, de influências góticas, este castelo passou por transformações renascentistas no século 16 e barrocas no século seguinte, sob domínio da família Eggenberg. Foi ainda neste período em que foi construído, na cidade, o teatro barroco mais antigo e preservado da Europa, com maquinários altamente desenvolvidos para a época.

Foto: Franz St./Flickr
Foto: Franz St./Flickr

E por falar em família Eggenberg, Cesky Krumlov tem sua própria cervejaria, de mesmo nome da família, fundada em 1560. A fábrica oferece visitas guiadas e degustação, mas a cerveja também pode ser apreciada nos restaurantes que ficam na beira do rio ou nos que mais parecem antigas tavernas.

Foto: Steve Coleman/Flickr
Foto: Steve Coleman/Flickr

As imediações são cercadas por amplos gramados e chalés coloridos, enquanto, no centro, pequenas ruas e vielas levam a restaurantes, lojas e galerias de arte… Ou a uma ponte que termina em um bosque. Conto-de-fadas ou não? Inclusive, veículos foram proibidos no centro da cidade, que só pode ser acessado a pé. A regra é caminhar e aproveitar o clima de magia.

No que diz respeito à cultura, há diversos festivais de música e teatro durante o ano, além de museus, como o Regional, que abriga cerca de 35 mil objetos antigos, arqueológicos, encontrados na região da Bohemia.

Foto: Steve Coleman/Flickr
Foto: Steve Coleman/Flickr

No verão, Cesky Krumlov pode ser considerada a praia dos tchecos, já que as águas do rio são exploradas por aqueles que querem amenizar o calor e desfrutar de atividades radicais como rafting e caiaque ou mesmo as relaxantes, como boias. Há também trilhas que podem ser feitas de bicicleta ou a cavalo. No inverno, as opções são patinar no gelo ou assistir a jogos de hockey.

Informações

Fuso-horário: 4h a mais em relação a Brasília
Idioma: tcheco e eslovaco, mas inglês também é bem aceito
Moeda: Koruna
Exigências: não é preciso visto, nem vacinas específicas

Foto: iurbi/Flickr
Foto: iurbi/Flickr

Posts Relacionados