Holambra – Um pedacinho da Holanda no Brasil

Foto: Isadora Cipola
Foto: Isadora Cipola

A 33ª edição da Expoflora ficará aberta ao público até o dia 28 deste mês. Como não poderia deixar de ser, o evento acontece na cidade de Holambra, conhecida também por ser a Cidade das Flores, já que é o maior centro de cultivo e comercialização de flores e plantas ornamentais do país – além de ser o principal expoente e exportador do setor em toda a América Latina.

Holambra é assim chamada por conta da junção de três palavras: Holanda, América e Brasil. Trata-se de uma antiga colônia holandesa, construída sobre a desabitada Fazenda Ribeirão, onde o trabalho conjunto entre brasileiros e holandeses resultou na próspera agricultura.

Foto: Sergio Dutti/Divulgação
Foto: Sergio Dutti/Divulgação

Ainda que tenha sido emancipada apenas em 1991, Holambra é um município modelo no que diz respeito à qualidade de vida, com um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), e possui mais de 11 mil habitantes.

Há, no estado de São Paulo, cerca de 30 municípios considerados Estâncias Turísticas – cidades cujas características favorecem o turismo e, para mantê-las, recebem apoio financeiro do estado -, sendo a cidade de Holambra uma delas.

Além da Expoflora, evento realizado anualmente e que atrai milhares de pessoas para a cidade – o público estimado para 2014, por exemplo, é de 300 mil visitantes -, Holambra possui características da antiga colônia que chamam a atenção dos turistas. A arquitetura, o artesanato, as apresentações de dança, música e a gastronomia típicas são um prato cheio para quem quer conhecer um pouquinho mais da Holanda sem sair do Brasil.

Foto: Ricardo Carreon/Flickr
Foto: Ricardo Carreon/Flickr

Algumas curiosidades:

  • – o moinho de vento Povos Unidos, instalado na cidade, é o maior moinho típico holandês da América Latina, com 33 metros de altura e uma base de mais de 10 metros de largura;

    – há apenas um único semáforo na cidade, já que o trânsito é tranquilo;

    – a cor laranja costuma ser utilizada para se referir à Holanda (e não o vermelho, branco e azul da bandeira), porque o sobrenome da família real holandesa é “Orange”, que significa “laranja” em inglês.

  • Posts Relacionados