A montanha mais alta do mundo – Curiosidades sobre o Everest

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Considerado a montanha mais alta do mundo em relação ao nível do mar, o Monte Everest faz parte da Cordilheira do Himalaia, localizada na fronteira entre o Nepal e o Tibete (China). Há controvérsias quanto à sua altura exata, já que a camada de neve causa alterações, mas trata-se de aproximadamente 8.848 metros.

O Everest foi escalado pela primeira vez em maio de 1953, pelo neozelandês Edmund Hillary e o sherpa nepalês Tenzing Norgay. A maioria das tentativas de escalada é feita durante os meses de maio e abril, quando a velocidade das rajadas de vento está reduzida.

Há dois caminhos principais para (tentar) subir a montanha. São eles: pelo cume sudeste do Nepal (rota mais utilizada por ser considerada mais fácil, traçada pelo Parque Nacional de Sagarmatha, que circunda a montanha e é patrimônio natural da Unesco) e pelo nordeste do Tibete. Há ainda outras 13 rotas diferentes, que são raramente utilizadas.

Um dos pontos turísticos mais famosos do mundo, o Monte Everest tem o formato de uma pirâmide e passa a maior parte do ano coberto de neve. O ar rarefeito, o frio extremo, os ventos fortes e as recorrentes avalanches de neve são fatores que dificultam a ascensão (causando mortes muitas vezes) mas, ao mesmo tempo, atraem os alpinistas.

Os sherpas vivem na região do Himalaia, em vilas, a mais de 4 mil metros de altitude. Este povo têm habilidades de montanheses e, por isso, são os principais auxiliares de alpinistas e guias turísticos no Everest. Para eles, a montanha é sagrada e as expedições devem ser iniciadas com uma cerimônia em que são deixadas oferendas para os deuses que lá habitam, como pedido de proteção.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Curiosidades:

1. em maio de 1975, a japonesa Junko Tabei foi a primeira mulher a alcançar o cume;
2. em 1994, uma pesquisa revelou que o Everest continua a crescer cerca de 4 milímetros por ano;
3. constantemente, uma corrente chamada jetstreams varre o Everest com ventos de 200 km/h;
4. em 1995, o paranaense Waldemar Niclevicz foi o primeiro brasileiro a alcançar o cume;
5. a montanha atualmente está repleta de toneladas de lixo – no entanto, há projetos de coleta.

Posts Relacionados