• Por: Paolla Pereira
  • Junho 09, 2014
  • Comentários estão desligados para este post.

Japão, aí vou eu!

Estou acostumada a receber aquele olhar de surpresa quando digo que morei no Japão. Lá no fundo, todo mundo tem uma curiosidade escondida pelo desconhecido e pelo diferente. Mas além destes olhares e suspiros de:  “Jura?”, há sempre o:  “Mas por que o Japão?”. Minha resposta é sempre “Por que não?”. Decidi que quero dividir, sem muitos rodeios e floreios, a real experiência de viver em um país COMPLETAMENTE diferente do nosso Brasilzão, no qual você é a diferente no grupo, onde você paga mico por não saber se portar nos costumes locais, no qual se deslumbra com as diferenças (depois de entendê-las, é claro).

2012-10-27 16.42.53-1

Houve um tempo (nos primeiros dois meses) em que cheguei a pensar em abandonar o estágio e jogar tudo pro alto. Desistir não faz parte da minha personalidade, mas o choque cultural e o peso das decisões vem sem dó quando TUDO é diferente e você se sente um peixe fora d’água. Você se questiona.

2012-11-10 15.56.39 2

Abri mão do conforto de uma vida estável no Brasil para viver o que muitos chamaram de loucura. Troquei o TCC e a formatura com a turma que passei a faculdade inteira junto, um namorado que acreditava ser “o cara”, uma oportunidade de trabalho fixo e a convivência dos amigos e familiares por algo que até então era inseguro. Foi a decisão mais difícil que já havia tomado, mas repetiria infinitamente o “sim” para a experiência que mudou a minha vida.

2012-11-10 13.51.06

Japão aí vou eu. E fui, com a cara e com a coragem. Nos primeiros dias tudo é lindo, tudo é novidade. Nos outros também, mas até me acostumar com o “jeitinho japonês” e suas particularidades, passei bons apertos que renderam muitas risadas.

Vou parar de tagarelar e guardar para a semana que vem. Até parece que foi ruim, mas com o passar dos dias me apaixonei tanto por aquele lugar e por sua magia que acordo todo dia querendo voltar.

2012-11-18 16.40.13

Mata ne!

Por Paolla Pereira