Japão, aí vou eu! Os perrengues do gringo analfabeto

Morar fora do seu país é voltar a ser criança.. É se maravilhar com as coisas simples que vemos na rua, com uma situação diferente e inusitada e também perceber que você é analfabeto. Sim. Mas como contar os perrengues de morar em um lugar completamente diferente sem começar pela língua pátria culta (como diria um professor da faculdade)?

“Ah! Mas todo mundo fala inglês no Japão”. É.. não é bem por aí. Quando decidi que ia para Terra do Sol Nascente, não tive tempo para estudar o Nihongo (Japonês), não que isso fosse me impedir de continuar minha saga, mas como a maioria, também pensei que todo japa falasse o tal do inglês.. Ledo engano meus caros. Talvez para quem mora em cidades como Tóquio e Osaka, isso seja um assunto menos polêmico, mas a Paô aqui foi morar lááá no interior..Guerreira! Pensando em minimizar os estragos, eu vos apresento o:

GUIA BÁSICO DO GRINGO ANALFABETO NO JAPÃO

– Pedindo informação;

É sempre importante saber pelo menos o nome do local onde você quer chegar. Placas são inúteis nesse momento, mas aquele livrinho que você comprou no aeroporto prevendo esse tipo de situação tem sempre uma frase útil. Neste caso:

Lugar que quer chegar wa, doko desu ka ” (pronuncia-se: — uá, doco des cá)

_DSC0080

– Fazendo o pedido no restaurante;

Grande parte dos restaurantes é amigável aos gringos analfabetos e utilizam-se de fotos ilustrativas (amém, Senhor!) em seus cardápios. Quando o garçom vier pegar seu pedido, aponte para a foto escolhida e diga “Korê” (significa “este”). Mas fique ciente que isto não te impede de pedir sashimi de Lula (bleh!) achando que é peixe branco.. um purê de alguma raíz muito forte achando que é de batata… acontece!

2012-10-18 13.58.48

Essa foi minha primeira refeição… Not so yummy! ahhaha

– Comprando comida no mercado;

Pessoas inteligentes e de bom coração decidiram ajudar nossa classe e criar diversos Apps que auxiliam, e muito, na hora do aperto.. mas em qualquer dúvida, o Google Translate tá aí pra isso né minha gente..

A maioria dos alimentos são ilustrados, mas os que não são..você terá que descobrir do que são feitos, e é aí que a tecnologia trabalha ao nosso favor, mesmo que com falhas de compreensão. Quem nunca comprou um suco achando que era de morango (ou alguma frutinha vermelha) e acabou tomando extrato de rabanete?… Ou quem nunca foi seco no “bolinho com recheio de chocolate” e se deu conta só depois da primeira mordida que era anko (doce de feijão)..?? Eu já!(é tudo parte da diversão..)

2013-04-06 23.05.19

– Pegando o trem certo;

Decore o kanji (as letrinhas que parecem casinhas..) da sua estação ou da estação de destino.. Tire foto, desenhe no seu Moleskine, anote em um papelzinho.. Aprenda como ela é pronunciada no trem.. ou você irá passear para o lado oposto ao desejado e perceber somente cinco estações depois.. Quem nunca?rs..

2012-12-08 19.22.462013-04-14 18.46.38

– Tentando se comunicar;

Use todas as palavras que você acredita ter alguma relação com o que você quer dizer. Em seguida, esqueça a vergonha, encarne a Maryl Streep e manda ver na mímica. Ela pode ser sua salvação em determinadas situações, como por exemplo encontrar a Tokyo Tower._DSC0421

– Faça amigos;

Eles serão a solução para TODOS os seus problemas e farão sua viagem valer a pena!

2012-12-25 00.49.32

2013-04-14 18.39.572013-04-14 18.45.38

Thats all folks! 😉

Mata ne!