Chegando do outro lado do mundo

O Japão fica na Ásia, e do ponto de vista do Brasil, do outro lado do mundo. Apesar do que muitos podem pensar chegar até lá não é assim tão complicado, mas já de antemão aviso, tem que ter disposição, pois a viagem é um tanto longa. Apertem os cintos e descubras os passos ou milhares de quilômetros para chegar com segurança e tranquilidade na terra dos Sakura.

308066_10152206659915217_921310462_n

A não ser que você seja nativo ou tenha um passaporte japonês, você brazuca, ou de outra nacionalidade, precisa do visto de entrada para poder turistar no Japão (confira os países isentos do visto). O processo de análise e emissão é simples e demora, em média, uma semana. Quem emite o visto é o Consulado Geral do Japão.

Para dar entrada no Visto de Curta Permanência (ou o de turismo) , você deve ir à entrevista pessoalmente, tendo em mãos o formulário de solicitação de visto(aqui) impresso e preenchido com letra de forma ou digitado (eles são bem rigorosos com esses detalhes) juntamente com os seguintes documentos:

1. Passaporte original (com no mínimo 3 meses de validade);

2. Formulário de Solicitação de Visto original assinado conforme o passaporte (menores de 18 anos, assinatura do responsável e cópia simples do RG do responsável);
3. Uma foto 3X4cm nítida e recente (máx. 6 meses);
4. Carteira de Identidade RG ou RNE (cópia simples);
5. Passagem de ida e volta ou print de reserva (original e cópia simples);
6. Cronograma de viagem original (baixe o modelo) ou panfleto do pacote de viagens;
7. Comprovante de renda (original e cópia simples)
  •  Se o solicitante arca com as despesas da viagem: Imposto de Renda Pessoa Física (todas as páginas, inclusive o recibo de entrega) e extratos bancários (3 últimos meses);
Há também uma taxa de emissão (confira os valores) do visto. Se você tem a intenção de viajar pela Ásia e entrar e sair do território japonês várias vezes, vale a pena considerar solicitar o visto de múltiplas entradas. Viagens que incluem as Províncias de Miyagi, Fukushima e Iwate tem isenção na Taxa de Visto (comunicado oficial) como forma de incentivo à reconstrução daquelas regiões fortemente afetadas pelos desastres naturais. Visitantes da ilha de Okinawa também são contemplados com esse benefício, sendo somente necessária a apresentação de passagem aérea ou hospedagem na hora da entrevista.
Vale lembrar que o visto tem a validade de três meses (90 dias) a partir da emissão para a entrada do passageiro no país. Após este prazo, deverá haver uma nova solicitação.
Para dar entrada e retirada do visto, é necessário a presença do próprio requerente. Se por alguma razão não for possível, apenas familiares de primeiro grau (pais, filhos e cônjuges) munidos de documentação probatória do parentesco ou representantes com procuração poderão realizar os processos. Despachantes e agências cadastradas também tem autonomia para solicitar ou retirar vistos.
Com toda a documentação em mãos, é só dirigir-se a um consulado mais próximo de você. Em São Paulo eu recomendo o Centro de Visto Japonês – CVJ  (site). É menos cheio e movimentado que o Consulado, o processo é mais rápido e tem um videozinho encantador sobre o Japão passando. Os dois ficam na Av. Paulista. É facinho de encontrar.

Consulado-Geral do Japão – São Paulo – SP

Avenida Paulista, 854 – 3° andar

São Paulo -SP
01310-913
(0xx11) 3254-0100
(0xx11) 3254-0110

Centro de Visto Japonês (CVJ)

Endereço: Av.Paulista № 2073 – Edifício Conjunto Nacional-Horsa I
Conj 519 – Bela Vista – São Paulo-SP
CEP:01311-300

Solicitação e retirada: das 08:30 às 17:30 (segunda a sexta) e 09:00 às 12:00 (sábado)

Jurisdição: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Triângulo Mineiro

Consulado-Geral do Japão – Rio de Janeiro

Praia do Flamengo, 200, 10° andar

Rio de Janeiro – RJ
22210-030
(0xx21) 3461-9595
(0xx21) 3235-2241
http://www.rio.br.emb-japan.go.jp/e-mail: [email protected] (Bolsas de Estudo)Centro Cultural e Informativo
Av. Presidente Wilson, 231 – 15o andar
20030-021 – RIO DE JANEIRO – RJ
tel. (0xx21) 2240-2383
fax (0xx21) 2220-7744
e-mails:
Imprensa: [email protected]
Cultura: [email protected]
Bolsas: [email protected]
Eventos: [email protected]

Consulado-Geral do Japão – Curitiba – PR

Rua Marechal Deodoro, 630 – Edifício CCI, 18° andar

Curitiba – PR
80010-010
(0xx41) 3322-4919
(0xx41) 3222-0499

Consulado-Geral do Japão – Manaus – AM

Rua Fortaleza, 416 – B, Adrianópolis

Manaus -AM
69057-080
(0xx92) 3232-2000, 3232-8582
(0xx92) 3232-6073
http://www.manaus.br.emb-japan.go.jp/Jurisdição: Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre

Consulado-Geral do Japão – Belém – PA

Av. Magalhães Barata, 651 Edifício Belém Office Center, 7o andar

Belém – PA
66063-240
(0xx91) 3249-3344
(0xx91) 3249-1016
www.mofa.go.jp/mofaj/link/zaigai/country/belem.htmlJurisdição: Pará, Amapá, Maranhão, Piauí

Consulado Geral do Japão – Recife – PE

Rua Padre Carapuceiro, 733, 14º andar Edif. Empresarial Center I, Boa Viagem

Recife – PE
51020-280
(0xx81) 3207-0190
(0xx81) 3465-9140
www.mofa.go.jp/mofaj/link/zaigai/country/recive.htmlJurisdição: Pernambuco, Bahia, Ceará, Alagoas, Paraíba, Sergipe, Rio Grande do Norte

Escritório Consular do Japão – Porto Alegre – RS

Avenida João Obino, 467 – Petrópolis

Porto Alegre
90470-150
(0xx51) 3334-1299
(0xx51) 3334-1742
www.mofa.go.jp/mofaj/link/zaigai/country/portoalegre.htmlJurisdição: Rio Grande do Sul, Santa Catarina
Agora mãos a obra! Correr atrás do visto pode ser a parte mais burocrática da viagem, mas é a mais importantes delas. Com o visto carimbado no passaporte é só arrumar as malas e embarcar.
Semana que vem eu vou te dar dicas de como conhecer o Japão com muito estilo. Quais são as melhores companhias aéreas, os deals de tickets de trem e muito mais. Espero você!
Mata ne! (Até mais!)

 

Posts Relacionados