As delícias do Oriente

capa

Mas e você gosta tanto assim de peixe cru? Foram muitas as vezes que respondi essa pergunta ao dizer que estava indo morar no Japão. De fato, eu gosto sim de peixe cru, mas confesso que tinha um certo receio de ter que comer isso todos os dias. Grande foi minha surpresa quando cheguei em terras orientais e descobri um outro universo, o dos sabores.

Sempre uso a analogia de que comer sushi/sashimi para um japonês é a mesma coisa que churrasco para um brasileiro, faz parte da culinária, porém não comemos todo dia, deixamos para ocasiões específicas (ou alguém por aí almoça na churrascaria diariamente??rs).

A culinária japonesa é muito vasta e também muito rica. Há sempre uma mistura de sabores que às vezes o paladar demora a entender, mas te garanto, é muito saborosa. Por causa da geografia do país (que é uma ilha), os produtos do mar estão presentes em grande parte, se não em todos, os pratos. A variedade de peixes e algas é imensamente maior do que tudo o que já havia provado.

Gohan, aquele arroz tipicamente japonês (todo grudadinho e sem sal), é a base da alimentação. Eles comem Gohan no café da manhã, almoço, lanchinho da tarde, jantar, na ceia e até em sonho se puder e este vem SEMPRE acompanhado da misoshiro, uma sopinha feita com uma pasta de soja e alguns condimentos na qual são acrescentados tofu, cebolinha, cogumelos e vários outros ingredientes ao gosto do freguês.

1Como em muitos países, a culinária japonesa é dividida de acordo com seus estados, cada uma com sua particularidade. Eu, morando no interior do estado de Shizuoka, conheci pessoas vindas de diversos estados do país, e tive a grande sorte de ser acolhida por eles e conheci a cultura pelo lado de dentro e pude provar vários desses pratos típicos. O que eu achei muito interessante é que os restaurantes são segmentados, na maioria das vezes, por tipo de comida, ou seja, se quer comer sushi, vá ao restaurante de sushi, quer provar o Yakitori tem que ir até um desses estabelecimentos.  Quer saber um pouquinho mais como isso funciona? Olha só!

Em Hamamatsu, cidade na qual eu morava, é a capital do Gyoza. Sim, eu sei que esse prato é de origem chinesa, mas nessa cidade ele é frito e servido com um molho especial da região. O prato mais comum por lá era o Lámen (Ramen se você for japonês rs) e eram servidos juntos. Para dias mais frios, boa pedida.

2

O Yakiniku é o churrasco japonês. A palavra significa, literalmente, carne assada e tem origem sul coreana e se espalhou pelo Japão após a Segunda Guerra. Funciona assim: Uma mesa, com uma grelha na qual você mesmo assa a sua carne. Devido aos hábitos alimentares com baixa dosagem de carne vermelha, a carne é fatiada beeeeem fininha, como se fosse um bacon. Após assada, é consumida acompanhada de vegetais, misoshiro e molhos especiais.

4

Sashimi não pode faltar. Peixe cru fatiado. Porém se você está acostumado com salmão e atum, abra a mente, no Japão o mais básico começa no polvo. O prato da foto contém polvo, salmão, linguado, camarão, lula, filhote de peixe (Iriko), ovas de salmão e por aí vai. A maior iguaria neste prato é o Baiacu, ou Fugu, por causa de sua toxina que pode matar em horas se não for bem preparado.

5

Shabu shabu é um tipo de comida para os dias de frio pois consiste em uma tigela com água ou sopa onde são colocados muitos vegetais e também fatias de carne (bovina ou suína) e tofu. O Udon (macarrão um pouco mais grosso que os demais) também pode ser adicionado juntamente com vegetais. Após seu cozimento, come-se com molhos a base de gergelim e shoyu. É um dos meus favoritos.

6

Okonomiyaki. Okonomi significa “o que você gosta” e yaki, “assado ou frito”, ou seja, esse prato deve levar os ingredientes que você mais gosta e deve ser feito da maneira que preferir. Cada região tem seu Okonomiyaki específico, mas possuem a mesma base de ingredientes: ovo, polvo, peixe, muuuitos vegetais, camarão, queijo e o que mais você desejar. Para finalizar é consumido com maionese. O mais legal é que você mesmo prepara o seu, é tipo um omelete. Misture tudo e mãos à obra.

8 7

Yakitori é o espetinho assado. Simples assim e com as mais inesperadas combinações. Abaixo um exemplo da especialidade feita com Unagi ou enguia.

9

Hmmmmm me deu até fome. Isso é apenas uma pequena parcela das iguarias dessa terra mágica, ainda faltam muuuitos outros sabores para contar, mas hoje eu paro por aqui. Ficou com água na boca?! Continue comigo toda segunda-feira por aqui contando um pouquinho mais sobre a Terra do Sol Nascente.

  • Pao!! Adorei o post e as fotos. Super legal saber o qual variado e cheio de sabores eles sao!! E sim da fome so de olhar essas fotos haha.

    Beijos