Os cinco melhores hostels do Rio de Janeiro

Pra você que ainda não venceu o preconceito contra os albergues, favor mudar de página. Porque aqui chegou a hora de falar sobre um jeito prático e inovador de viajar: os Youth Hostels.

rioo

Me hospedei a primeira vez em um hostel (ou albergue) quando morei no Canadá, em  2006. Todavia, desde o final da primeira década do século XXI, os albergues da  juventude começaram a tomar conta do país. Mas não pense que por ser um hostel a  viagem será perigosa ou  menos confortável. Alias, hoje alguns hostel são melhores –  e até mais caros – que muitos hotéis de nível turístico por ai! Então se liga nos TOP 5  do Rio de Janeiro:

Leblonspot: Sou suspeito quando se trata desse hostel. Eu quase sempre fico lá quando visito a Cidade Maravilhosa. São inúmeras as qualidades: localização no coração do Leblon, rua tranquila e com cafés, mercados, farmácias e ponto de táxi logo em frente; hostel bem conservado com café-da-manhã superior a maioria dos albergues e claro, o que pra mim faz toda a diferença: a staff é a mais simpática que já conheci.

lel

  Zbra: O preço não é dos melhores, porém a localização+design+gente bacana pode fazer valer a diária!

zbraaaaa

Chez Lagarto: A rede é famosa dentro e fora do Brasil, e costuma nao deixar a desejar. Conheci o Chez Lagarto de Copabacana e super recomendo. Limpo, bem localizado e organizado.

che

e hostel: Dica pra quem curte viajar com sustentabilidade, o e hostel tem um apelo mais eco do que a grande maioria. Além de ar condicionado em todos os quartos e um terraço super bacana ele ainda oferece a opção de pacotes para grupos ou muitas diárias.

ehostel

Bonita: Dizem ser a casa onde Tom Jobim morou. Se é verdade ou não, o que de fato importa é que o hostel é extremamente aconchegante, bem localizado, staff nota 10 e ainda excelente se você quer ir de casal.

Bonita

Curtiu? Tem dicas ou quer saber mais locais bacanas para se hospedar no Rio? Dá uma olhada no Trivago e depois conte-nos sobre sua viagem!